Ministério da Ciência e Tecnologia

Bilingualismo

A A A

A longo prazo, as chances de sobrevivência para muitas línguas está num bilinguismo estável.

Diferente do que muitas pessoas pensam, bilinguismo (o fato de uma pessoa ou um grupo de pessoas dominar duas línguas com quase igual fluência, como maternas) ou multilinguismo (se mais línguas são envolvidas) não prejudica o desenvolvimento de uma pessoa. No mundo atual e na história, multilinguismo de fato é mais comum do que o monolinguismo, que caracteriza as sociedades dos grandes estados, principalmente na Europa e em grandes partes das Américas.

Se as duas línguas são aprendidas plenamente e a pessoa consegue lidar naturalmente com seu uso em ambientes e situações diferentes, o bilinguismo provavelmente até ajuda o desenvolvimento intelectual da pessoa e fortalece sua competência social. O bilinguismo é estável se duas línguas convivem em uma sociedade por várias gerações. Em vários países há exemplos de um bilinguismo estável, mas nas últimas décadas mesmo línguas que costumam ser exemplos positivos, como o Friso ou o Sorbo na Alemanha, sofrem um maior grau de ameaça com a globalização.