Ministério da Ciência e Tecnologia
A A A

Language Diversity of the Guaporé Region (2005-2010)

O vale do rio Guaporé, em Rondônia, representa uma das regiões mais diversas da América do Sul em termos de línguas indígenas. Nesta região,  incluindo os lados brasileiro e boliviano, fala se no total mais de 40 línguas indígenas, que pertencem a pelo menos sete (macro-) famílias  linguísticas, sendo que umas 10 línguas ainda não foram classificadas e  podem representar línguas isoladas. A maioria dessas línguas está  ameaçada de extinção. Enquanto um certo número destas línguas tem  viabilidade para ser mantida no futuro, outras, como o Arikapú (um  falante), parecem moribundas. Felizmente, nos últimos 15 anos, muitas das  línguas foram documentadas e descritas por linguistas profissionais  brasileiros e estrangeiros, e os resultados se tornaram accessíveis. O  estudo destes materiais está gerando novos entendimentos sobre as  relações entre as línguas, que estão tendo consequências para a ciência  linguística em geral, e para a reconstrução das migrações pre-históricas  e da povoação indígena de América do Sul. Assim, este projeto  aprofundou o entendimento das relações linguísticas na região do Guaporé,  estudando o material existente, em correspondência com colegas  brasileiros e estrangeiros, e preenchendo lacunas no material por meio de  trabalho de campo.

Coordenador: Hein van der Voort

Comentários e pings estão desativados no momento.

Os comentários estão fechados.